???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.uefs.br:8080/handle/tede/184
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fungos ingoldianos em algumas áreas do semiárido brasileiro
Autor: Fiuza, Patricia Oliveira 
Primeiro orientador: Gusmão, Luís Fernando Pascholati
Resumo: Os fungos ingoldianos são hifomicetos aquáticos que apresentam conídios sigmoides ou ramificados e ocorrem em ambientes lóticos e lênticos, sendo encontrados facilmente nas espumas de corpos d’água. Visando contribuir com o conhecimento da biodiversidade de fungos ingoldianos na região semiárida foi realizado um inventário em corpos d’água de áreas de extrema importância biológica do semiárido brasileiro. Em uma expedição, amostras de espuma e folhas submersas foram coletadas em corpos d’água de quatro localidades na região semiárida (Brejo Paraibano-PB, Serra da Jibóia-BA, Chapada do Araripe e Serra de Ibiapaba-CE). As amostras de espuma foram coletadas e acondicionadas em frascos plásticos de 250 mL e as amostras de folhas submersas foram acondicionadas em sacos plásticos. No Laboratório de Micologia (LAMIC), a espuma foi homogeneizada e 200 µL de cada amostra foram transferidos para 30 lâminas, as quais ficaram expostas à temperatura ambiente para evaporação. Após a evaporação, foi adicionada uma gota de ácido láctico e vedada com esmalte. Amostras de folhas submersas foram submetidas à técnica de lavagem em água corrente e cortadas em pedaços de 1 cm², os quais foram colocados em placas de Petri com água destilada esterilizada para observação dos fungos. Os frascos e lâminas foram depositados no Herbário da Universidade Estadual de Feira de Santana (HUEFS). As culturas puras foram depositadas na Coleção de Cultura de Microrganismos da Bahia (CCMB). O primeiro capítulo apresenta todos os 27 táxons de fungos ingoldianos encontrados no estudo, 23 destes táxons apresentam descrição, distribuição geográfica, comentários taxonômicos e ilustração; 22 representam novos registros: continente americano (3), Neotrópico (1), América do Sul (3), Brasil (5), região semiárida brasileira (7), Ceará (2), Paraíba (1). O segundo capítulo apresenta todas as espécies do gênero Campylospora, com descrições, comentários taxonômicos, distribuição geográfica, chave taxonômica para o gênero e ilustrações. O corpo d’ água que apresentou o maior número de táxons de fungos ingoldianos foi o rio Missão Velha.
Abstract: Ingoldian fungi are aquatic hyphomycetes that presents conidia sigmoid or branch and occur in lotic and lentic environment, being easily found in foam of water bodies. Aiming to contribute to the knowledge of the biodiversity of Ingoldian fungi in semiarid region, was conducted an inventory in water bodies of areas of extreme biological importance of the Brazilian semiarid. In a single expedition, samples of foam and submerged leaves were collected in water bodies of four localities in semiarid region (Brejo Paraibano-PB, Serra da Jibóia-BA, Chapada do Araripe and Serra de Ibiapaba-CE). The samples of foam were collected and packaged in plastic bottles of 250 mL and the submerged leaves were packaged in plastic bags. In “Laboratório de Micologia“(LAMIC), the foam was homogenized and 200 µL of each sample were transferred to 30 slides, which were exposed at room temperature to evaporation. After evaporation, was addition of one drop of lactic acid and sealed with nail polish. Samples of submerged leaves were subjected to the technique of washing in flowing water and cut into pieces of 1 cm², that were placed in petri dishes containing distilled sterile water for observation of fungi. The bottles and slides were deposited in the “Herbário da Universidade Estadual de Feira de Santana” (HUEFS). The pure cultures were deposited in the “Coleção de Cultura de Micro-organismos da Bahia” (CCMB). The first chapter presents all 27 taxa of Ingoldian fungi found in the study, 23 of these taxa present description, geographic distribution, taxonomic comments and illustration; 22 are new records: american continent (3), Neotropics (1), South America (3), Brazil (5), Brazilian semiarid region (7), Ceará (2) and Paraíba (1). The second chapter shows all species of the genus Campylospora with descriptions, comments, geographical distribution, a key to the genus and illustrations. The water body with the highest number of taxa of Ingoldian fungi was the river Missão velha.
Palavras-chave: Biodiversidade
Caatinga
Ecossistemas lóticos
Hifomicetos aquáticos
Taxonomia
Tropical
Aquatic hyphomycetes
Biodiversity
Lotic ecosystems
Taxonomy
Tropical
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Feira de Santana
Sigla da instituição: UEFS
Departamento: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Programa: Mestrado Acadêmico em Botânica
Citação: FIUZA, Patrícia Oliveira. Fungos ingoldianos em algumas áreas do semiárido brasileiro. 2013. 95 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Botânica)- Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/184
Data de defesa: 25-Mar-2013
Appears in Collections:Coleção UEFS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Patrícia Oliveira Fiuza_DISSERTAÇÃO.pdfArquivo em texto completo30,17 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.