???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.uefs.br:8080/handle/tede/343
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Boi roubado: uma tradição de trabalho em festa na região sisaleira
???metadata.dc.creator???: França, Daiane de Araújo 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Seidel, Roberto Henrique
???metadata.dc.description.resumo???: A dissertação intitulada Boi Roubado: uma tradição de trabalho em festa na região sisaleira estuda a expressão cultural da região sisaleira baiana denominada Boi Roubado. Consiste em uma expressão coletiva lúdica realizada nas comunidades do território do Sisal (Valente, São Domingos, Ichu, Candeal e Serrinha), que integra trabalho agrícola, cantigas, danças, elementos performáticos e linguísticos e a presença de rituais bem ao modo do homem e da mulher camponesa. A escolha por esse tema originou-se da curiosidade em compreender as simbologias de um grupo de Boi Roubado, bem como sua repercussão e contribuição para o fortalecimento da cultura sisaleira. Para montar o corpus de análise, constituído pelos cantos de trabalho e pelos elementos performáticos, foram utilizados os procedimentos metodológicos da História Oral, da Antropologia e da Etnografia, perpassando pelas teorias acerca da memória e do hibridismo cultural. Sem ignorar os estudos folclóricos tradicionais (Câmara Cascudo), os estudiosos contemporâneos, a exemplo de Alcoforado (1989, 1990, 2008), Anderson (2009), Bauman (2005) e Canclini (2008), Paul Zumthor (1993, 1997, 2007) oferecem sustentação ao texto. Em todo esse percurso trilhado buscou-se demonstrar que desde os trabalhos pioneiros até os estudos atuais sobre a cultura, muito se avançou em relação ao aparato teórico e metodológico dessa área. Nesse sentido, outro aspecto ganha relevância: os estudos contemporâneos buscam favorecer as diversas linguagens e manifestações que se encontram no texto cultural, distanciando-se do receio de desaparecimento das tradições que cercava os folcloristas e os faziam crer no resgate por meio do registro (ALBUQUERQUE JÚNIOR, 2007). Como é ratificado em todo o trabalho, as tradições se (re)inventam (HOBSBAWN, 1997) de modo que o homem, enquanto produtor e agente histórico, mantêm e ressignifica a cultura de sua comunidade. Essa dinâmica inerente às tradições e à cultura demanda mais atenção ao discurso do pesquisador e às especificidades de cada grupo social, além de maior flexibilidade e adequação das teorias e instrumentos de estudo.
Abstract: The dissertation entitled Stolen Boi: a party in labor tradition in sisal region studies the cultural expression of Bahia sisal region called Stolen Boi. It consists of a playful collective expression held in Sisal territory communities, integrating agricultural work, songs, dances, performers and linguistic elements and the presence of rituals and to man the way and the peasant woman. The choice of this theme grew out of curiosity to understand the symbology of a group of Stolen Boi, as well as its impact and contribution to the strengthening of sisal culture. To mount the analysis corpus, consisting of the work songs and the performative elements, the methodological procedures of Oral History, Anthropology and Ethnography, passing by the theories of memory and cultural hybridity were used. Without ignoring the traditional folklore studies (Camara Cascudo), contemporary scholars, like Alcoforado (1989, 1990, 2008), Anderson (2009), Bauman (2005) and Canclini (2008), Paul Zumthor (1993, 1997, 2007), give support to the text. Throughout this trodden path sought to show that since the pioneering work by the current approaches to culture, much progress has been made in relation to the theoretical and methodological apparatus that area. In this sense, another aspect becomes relevant: contemporary studies seek to promote the various languages and demonstrations that are in the cultural text, moving away from the disappearance of fear of the traditions surrounding folklorists and made them believe in redemption through the registry (ALBUQUERQUE JÚNIOR, 2007). How is ratified in all the work, traditions (re)invent (HOBSBAWM, 1997) so that the man, as a producer and historical agent, maintain and reframes the culture of your community. This dynamic inherent in the traditions and culture demands more attention to the researcher's speech and the specificities of each social group, as well as greater flexibility and adequacy of theories and tools of study.
Keywords: Cultura
Boi Roubado
Tradição Oral
Performance
Culture
Stolen Boi
Oral Tradition
???metadata.dc.subject.cnpq???: LETRAS::TEORIA LITERARIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Estadual de Feira de Santana
???metadata.dc.publisher.initials???: UEFS
???metadata.dc.publisher.department???: DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES
???metadata.dc.publisher.program???: Mestrado Acadêmico em Estudos Literários
Citation: FRANÇA, Daiane de Araújo. Boi roubado: uma tradição de trabalho em festa na região sisaleira. 2015. 149 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Estudos Literários)- Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/343
Issue Date: 28-Apr-2015
Appears in Collections:Coleção UEFS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BOI ROUBADO - UMA TRADICAO DO TRABALHO EM FESTA NA REGIAO SISALEIRA.pdfArquivo de texto completo2.82 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.