???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.uefs.br:8080/handle/tede/973
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo fitoquímico e farmacológico de Lippia thymoides Mart. & Schauer (Verbenaceae)
Autor: Silva, Fabrício Souza 
Primeiro orientador: Lucchese, Angélica Maria
Primeiro coorientador: Lima, Julianeli Tolentino de
Segundo Coorientador: Almeida, Jackson Roberto Guedes da Silva
Resumo: A espécie Lippia thymoides (Verbenaceae), conhecida popularmente como alecrim do mato ou alecrim do campo, é utilizada na medicina tradicional para o tratamento de feridas, bronquite, reumatismo e febre. Neste trabalho foi investigado o perfil fitoquímico e farmacológico dessa espécie, correlacionando com o uso popular. Os óleos essenciais obtidos nas quatro estações climatológicas tiveram como constituinte majoritário o sesquiterpeno -cariofileno. A espécie L. thymoides apresentou potente atividade antioxidante no ensaio de sequestro do radical DPPH, provavelmente devido ao alto teor de constituintes fenólicos. Os óleos essenciais inibiram o crescimento da bactéria Staphylococcus aureus, enquanto que as frações diclorometano e acetato de etila dos extratos metanólicos das folhas e caules inibiram o crescimento de S. aureus, Micrococcus luteus e Bacillus cereus. Os extratos metanólicos das folhas e caules de L. thymoides não estimularam a cicatrização de feridas cutâneas em ratos. O extrato metanólico das folhas significantemente reduziu a temperatura retal de ratos submetidos ao ensaio de hipertermia induzida por hiperpirexia com injeção de Saccharomyces cerevisiae. O óleo essencial dessa espécie apresentou atividade antinociceptiva em camundongos, provavelmente pelo efeito anti-inflamatório do -cariofileno, 1,8-cineol, canfeno e borneol. A espécie L. thymoides apresentou atividade espasmolítica in vitro em órgãos isolados, com os óleos essenciais relaxando útero de rata e aorta de rato de maneira independente do endotélio, enquanto que os extratos metanólicos e frações das folhas e caules apresentaram atividade espasmolítica em traqueia de cobaia. Este último efeito pode estar relacionado ao antagonismo competitivo com receptores muscarínicos, conforme foi observado com a fração diclorometano do extrato metanólico das folhas. Os resultados demonstram que L. thymoides é uma fonte de substâncias de interesse farmacêutico, explicando parcialmente a utilização popular dessa espécie no tratamento de feridas, reumatismo, febre e bronquite.
Abstract: The species Lippia thymoides (Verbenaceae), popularly known as “alecrim do mato” or “alecrim do campo”, is used in the folk medicine to treat wounds, bronchitis, rheumatism and fever. In this work was investigated the phytochemical and pharmacological profile oh this species, correlating with its popular use. Essential oils obtained in the four seasons had as majoritary constituent the sesquiterpene -caryophyllene. The species L. thymoides presented potent antioxidant activity in the DPPH assay, probably due to elevated content of phenolics. Essential oils inhibited the growth of bacteria Staphylococcus aureus, while the dichlorometane and ethyl acetate fractions from leaves and stems methanolic extracts inhibited the growth of S. aureus, Micrococcus luteus and Bacillus cereus. Methanolic extracts from leaves and stems not stimulated the cutaneous wound healing in rats. Methanolic extract from leaves significantly reduced the rectal temperature in rats submitted to hyperthermia induced by hyperpyrexia with injection of the Saccharomyces cerevisiae. Essential oil these specie presented antinociceptive activity in mices, probably due to anti-inflammatory effect of b-caryophyllene, 1,8-cineole, camphene and borneol. The specie L. thymoides presented spasmolytic activity in vitro in isolated organs, with the essential oils relaxing rat uterus and rat aorta of endothelium-independent manner and methanolic extracts and fractions from leaves and stems relaxing guinea-pig trachea smooth muscles. This last effect might be related to competitive antagonism with muscarinic receptors, as it was observed with the dichloromethane fraction from methanolic extract of the leaves. These results showed that L. thymoides is a source of substances of pharmaceutical interest, explaining partially the folk use of this species to treat wounds, rheumatism, fever and bronchitis.
Palavras-chave: Verbenaceae
Lippia thymoides
Óleo essencial
Febre
Atividade antimicrobiana
Relaxamento de músculo liso
Essential oil
Fever
Antimicrobial activity
Smooth muscle relaxation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Feira de Santana
Sigla da instituição: UEFS
Departamento: DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA
Programa: Doutorado Acadêmico em Biotecnologia
Citação: SILVA, Fabrício Souza. Estudo fitoquímico e farmacológico de Lippia thymoides Mart. & Schauer (Verbenaceae). 2012. 173 f. Tese (Doutorado Acadêmico em Biotecnologia)- Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.uefs.br:8080/handle/tede/973
Data de defesa: 19-Oct-2012
Appears in Collections:Coleção UEFS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese - Fabricio S. Silva.pdfArquivo de texto completo2,41 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.